Pix Cobrança e Boleto bancário. Quais as diferenças?

Por Rafael Castanho | 25/02/2021 | 4 Minutos de leitura | Voltar
  • Compartilhe:
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Whatsapp
Pix Cobrança e Boleto bancário. Quais as diferenças?

Mesmo sendo semelhantes, o pix cobrança difere dos boletos em alguns pontos.

 

Com o lançamento do Pix, o sistema de pagamento instantâneo do Banco Central, vem com ele o Pix Cobrança, que seria o lado comercial do Pix. Com ele Pontos de vendas e ecommece, podem gerar uma cobrança utilizando o Pix, através de um QR Code gerado por um sistema próprio, com pagamento no ato ou através de data futura.

Como boleto bancário, será possível através do pix cobrança efetuar pagamento com vencimento futuro, jurus, multas ou descontos.

Isso permite os lojistas, fornecedores, prestadores de serviço e qualquer outro estabelecimento, que cobrem através do pix, de forma similar aos boletos.

Como os boletos, o  Pix Cobrança possibilita o envio de um documento de cobrança para que o pagamento seja efetuado.

A realização do pagamento pode ser feito via aplicativo bancário ou instituições de pagamento.

A diferença entre o documento de cobrança do pix e de boletos é que o pix é via QR Code e o boleto bancário é via código de barras.

As maiores diferenças entre o Pix Cobrança e o Boleto Bancário são o tempo de recebimento, registro e custo.

Para efetuar o pagamento via boletos, é necessário gerar um arquivo de remessa, enviar para registro, isso leva a cerca de alguns minutos até algumas horas, após o registro é possível ser pago.

Após o pagamento do boleto, para que ele seja liquidado leva cerca de 1 a 3 dias uteis e então ele fica disponível ao recebedor.

Já no Pix esse tempo é inexistente, sendo que o valor é disponibilizado em até 10 segundo, sendo feito mesmo em fins de semana, feriados e em qualquer horário.

Outra diferença é o custo, um boleto tem cobrança de uma taxa, entre R$ 3 e R$5, mais qualquer outro custo como cancelamentos e alterações.

Apesar de as instituições não terem divulgados qual sera o valor das taxas sobre o pix para fins comerciais, mas o intuito é que sejam menores que os outros meios, como cartão, transferência e boletos.

Além disso, o Pix cobrança não precisa de registro e é enviado de forma imediata ao sistema financeiro, ao contrário dos boletos, que são registrados pela FEBRABAN e esse processo pode levar minutos ou horas, não sendo possível efetuar a emissão a partir de dispositivos mobiles.

Por fim, o Pix Cobrança não utilizada de troca de arquivos, ou seja, não é preciso que se faça envio de remessa, e leitura de aquivos de retorno. Isso facilita as transações financeiras.

Uma vantagem que o boleto possui sobre o Pix, é que ele pode ser pago sem a necessidade de um celular, diferente do pix, podendo ser pago em caixas eletrônicos e lotéricas.

Concluindo, mesmo com todas as vantagens do pix, o método de pagamento via boletos é muito bem difundido e amplamente aceito  pela maioria dos estabelecimentos comerciais, e não vai ser substituído e complementares.


  • Compartilhe:
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Whatsapp

Você pode ser interessar também