Backup - O que é e por que fazer

Por Rafael Castanho | 01/10/2020 | 6 Minutos de leitura | Voltar
  • Compartilhe:
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Whatsapp
Backup - O que é e por que fazer

Manter uma cópia de segurança garante que não ocorra a perda permanente de dados


Cópia de segurança (em inglês Backup) é uma cópia de dados de um dispositivo de armazenamento para outro, para que possam ser restaurados em caso de perda dos dados originais.

Essa perda pode ocorrer devido apagamento acidental, formatação ou corrupção de dados.

As Cópias podem ser feitas em diversos meios, mas os mais comuns são:

Por meio físico
CD-ROM, DVD, HD (Disco rígido), HD externo via usb, fitas magnéticas, etc.

Por meio digital
Podemos optar pela cópia de segurança externa (backup via nuvem, online).
Esta transporta os dados por uma rede como a Internet para outro ambiente, geralmente para equipamentos mais sofisticados, de grande porte e alta segurança.
Outra forma pouco utilizada e o backup feito via rede local, onde o administrador ou responsável faz a cópia de segurança gravando os dados em um formato de arquivo, processa e distribui as partes constituintes da cópia nos computadores da rede, de forma segura (arquivos são protegidos), criptografada (para não haver extração ou acesso aos dados na forma original) e oculta (na maioria das vezes o arquivo é ocultado).

A cópia de segurança possui vários parâmetros, sendo eles:

- O tempo de execução
A velocidade de execução da cópia deve ser aumentada tanto quanto possível para que o grau de interferência desse procedimento nos serviços seja mínimo.

- A periodicidade
O intervalo entre cópias deve ser analisada em função da quantidade de dados alterados na organização, no entanto se o volume de dados for elevado, as cópias devem ser diárias.
Deve-se estabelecer um horário para realização da cópia, conforme os processos da empresa, preferencialmente no período nocturno.

- A quantidade de exemplares das cópias armazenadas.

- O tempo que as cópias devem ser mantidas
A cópia deve ser guardada por data e categoria, em local seguro.

- A capacidade de armazenamento

- O método de rotatividade entre os dispositivos

- A compressão

- Criptografia dos dados.

 

ARMAZENAMENTO

Qualquer procedimento de cópia de segurança inicia com um conceito de repositório dos dados.

Modelo não Estruturado
O repositório é armazenado em mídias de armazenamento (CD-ROM, DVD, PENDRIVE, HD EXTERNO, ETC.) com o mínimo de informação sobre os dados e quando eles foram armazenados.
Implantação fácil mas com difícil recuperação de informação caso necessário (por conter poucas informações sobre o backup).
Ainda pode se fazer a Cópia de segurança completa, sendo que essa mais complexa e demora para criação e recuperação dos dados em backup.

Repositório Global e Incremental
Conhecido como backup incremental, onde primeiramente é feito uma cópia completa de todos os arquivos, após isso, são feitas cópias incrementais dos arquivos que foram modificados no último backup (seja incremental ou completo).
O Backup incremental tem alto nível de segurança, mas tem maior tempo de recuperação já que precisa lidar com diversas cópias incrementais.

Repositório Global e Diferencial
Semelhante a cópia incremental, mas a cada copia diferencial feita captura todas as alterações feitas desde a copia completa, (diferente da incremental que faz a copia das alterações feitas pela ultima copia incremental).
Possui a vantagem de facilitar a recuperação, já que é necessário somente a copia completa e a última copia diferencial.

Repositório Espelho e Reversamente Incremental
Tem forma similar a global e incremental, mas com a diferença onde uma cópia reflete o estado dos dados do último backup feito, assim como a história reversa das cópias incrementais. Cada cópia incremental é aplicada à cópia espelho e os arquivos modificados são movidos para cópia reversamente incremental.
Necessita apenas de uma cópia completa para recuperação.

 

RECUPERAÇÃO

Caso ocorra algum incidente que cause a perda ou corrupção dos dados, deve ser feita a recuperação do backup, esta recuperação deve ser feita da forma mais rápida e eficiente possível, para que os serviços e processos da empresa não permaneçam inativas por muito tempo.

 


  • Compartilhe:
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Whatsapp

Você pode ser interessar também