Controle de Ponto - Entenda a Necessidade

Por Rafael Castanho | 03/11/2020 | 4 Minutos de leitura | Voltar
  • Compartilhe:
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Whatsapp
Controle de Ponto - Entenda a Necessidade
O registro de ponto marca a jornada de trabalho dos funcionários, entrada e saída.
 

O Controle de ponto é um sistema responsável pelo registro da jornada de trabalho dos funcionários da empresa,  ele registra dados como horas trabalhadas, atrasos, faltas, etc, sendo
normalmente registrados, a entrada, pausa, volta da pausa, e saída
O controle de ponto possibilita o acompanhamento de toda a jornada de trabalho dos funcionários, garantindo que a empresa e o funcionário estejam cumprindo o acordo de contratação e a lei, já que todos os dados de frequência do trabalhador são registrados.
Isso poupa a empresa de receber processos trabalhista referente a horas trabalhadas, já que reduz os erros na folha de pagamento e pagamentos indevidos.

Obrigatoriedade

Na Consolidação das Leis do Trabalho, conhecida pela sigla CLT, existe o artigo 74, no qual foi estabelecido a obrigatoriedade do uso de controle de ponto para empresas com mais de 10 funcionários por meio de um registro de ponto, manual, mecânico ou eletrônico.
Esse controle de ponto não é obrigatório para cargos de confiança, trabalhadores em regime de home-office. Também não é obrigatório para estabelecimentos com menos de 10 funcionários.

Tipos de controle de ponto

Existem 3 tipos mais comuns de controle de ponto, sendo eles:

- Ponto Manual
O Controle de ponto manual é feito anotando os horários da jornada de trabalho (entrada, pausa, volta da pausa e saída) em um caderno ou catálogo de controle de ponto.
Mesmo sendo legal perante a lei, esse é o meio menos seguro para controle, sendo fácil a ocorrência de fraude e erro na marcação ou conferência das informações.

- Ponto Mecânico
Também conhecido como ponto cartográfico, o ponto mecânico funciona através de um cartão mensal exclusivo para cada funcionário. Esse cartão é inserido na máquina de ponto que carimba o horário de entrada, pausa, volta da pausa e saída.
Esse tipo de controle de ponto é mais pratico para o funcionário fazer a marcação, mas não possui praticidade de conferencia, alem de precisar agrupar as informações de todos os cartões em um outro local, podendo ocasionar em erros.

- Relógio de Ponto Eletrônico
O REP, Registrador Eletrônico de Ponto, pode ter 3 modos de registro: senha do funcionário, biometria ou cartão. Além disso, é necessário um complemento chamado de Sistema de Registro de Ponto, ou SREP.

 

Além desses 3 tipos, existem ainda controles de ponto alternativos, sendo que esses não são um relógio de ponto pregado na parede, e sim, um software que trabalha online sem a necessidade de um aparelho especifico.
O controle é feito via software, e a marcação pode ser feita pelo computador ou dispositivos mobile, como tablet ou o celular, sendo esse ultimo o mais pratico.
O controle via software reduz a chance de erro na marcação e garante agilidade na contagem no qual o próprio software já faz automaticamente.
 

 


  • Compartilhe:
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Whatsapp

Você pode ser interessar também