Por que usar um sistema ERP?

Por Rafael Castanho | 24/09/2020 | 6 Minutos de leitura | Voltar
  • Compartilhe:
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Whatsapp
Por que usar um sistema ERP?

ERP é um sistema de informação que interliga todos os dados e processos de uma organização em um único sistema

 

ERP (do inglês Enterprise Resource Planning) ou Planejamento de Recursos Empresariais, é uma plataforma de software, um sistema de informação que integra todos os processos e armazena todos os dados de uma organização empresarial em um único lugar, como, vendas, estoque, RH, produção, etc.)

O ERP automatiza e guarda todas as informações pertinentes, sendo acessadas de forma rápida e precisa, gerando relatórios e históricos de todos os processos, auxiliando o gestor e colaboradores nas tomadas das decisões do negócio.

Ele possibilita a automação e armazenamento de todas as informações do negócio, que passam a ser fornecidas de maneira instantânea e precisa, assegurando as tomadas de decisões.

Como dito, um software ERP íntegra todas as funções de uma empresa, pedido de vendas, controle e gerenciamento de estoque, planejamento de produção e distribuição e financeiro.

 

COMO FUNCIONA UM ERP?

O ERP pode ser visto como um grande banco de dados com informações que conversam entre si, sendo assim todos as frentes da empresa conseguem interagir de forma dinâmica, produzindo de forma rápida e mais inteligente.

Esses sistemas integrados, conseguem flexibilizar a empresa, dando uma resposta nos processos com mais agilidade.

Imagine a seguinte situação, onde um cliente entra em contato com a equipe de vendas, ela por sua vez verifica com o departamento de estoque a disponibilidade do material, o estoque então vê que não possui a quantidade que o cliente necessita e então repassa para a equipe de produção para fabricação do material, isso vira uma bola de neve já que são muitos processos e detalhes pertinentes a cada um dos departamentos.

O sistema ERP, íntegra todos os processos e departamentos, e então, quando o cliente entra em contato solicitando um certo material, o departamento de vendas já consegue verificar a disponibilidade de estoque do produto e caso ele não possua a quantidade necessária, já envia uma ordem de produção do material para fabrica, aumentando a eficiência de todas as partes envolvidas.

Simplificando esses sistemas integrados, garantem às empresas a flexibilidade para atender rapidamente todas as solicitações dos clientes, produzindo e mantendo o estoque com apenas o necessário para atender os pedidos existentes, minimizando custos e garantindo a satisfação necessária do cliente.

 

O que uma empresa ganha com um ERP?

- Garante qualidade e eficácia, já que reduz o tempo de resposta dos processos e eliminando atividades redundantes;
- Reduz os custos, eliminando o uso de interfaces manuais e documentos físicos;
- Agilidade empresarial, reduzindo o tempo de todos os processos;
- Otimizar o fluxo e a qualidade da informação, garantindo o acesso em tempo real a elas, dando eficiência ao tomar decisões;
- Incorporação de melhores práticas (codificadas no ERP) aos processos internos da empresa;
- Redução de estoque, custos de operação e do tempo de treinamento de novos funcionários;
- Redução da carga de trabalho, pois atividades repetitivas podem e devem ser automatizadas;
- Automatiza atividades, reduzindo a carga de trabalho dos contribuintes melhorando o controle das operações da empresa;
- Adequação ao comprimento das legislações federais, estaduais e municipais vigentes;
- Redução dos custos de operação e do tempo de treinamento de novos funcionários.

 

Fique atento!

Utilizar um sistema ERP necessita planejamento e treinamento, já que altera os processos empresariais.

Não negligencie a complexidade de implantação pois impacta todos os colaboradores e rotina da empresa. O uso do ERP não torna a empresa totalmente integrada, pois depende do envolvimento de todos os funcionários que utilizaram o software assim como do gestor e da direção.

Também é necessário uma infraestrutura adequada (computadores, toda a estrutura de rede desses computadores, conexão com internet, etc.), o que gera custo e profissionais qualificados que se encarregaram de todos esses pontos.

Outro ponto para se atentar, é o comprometimento com o sistema, já que ele vai gerenciar os processos da empresa, os usuários dele precisam se atentar aos dados inseridos quando o fornecimento da informação for feito pelo próprio usuário.

Os módulos do sistema se tornam dependentes uns dos outros, pois cada um dos departamentos precisa da informação do departamento anterior (o modulo de vendas precisa das informações imputadas pelo departamento de estoque, que precisa das informações dos produtos produzidos, etc.). Essas informações necessitam estar em constante atualização por conta dessa dependência entre módulos.

Mantenha contato constante com o desenvolvedor do software, para adequação e suporte ao sistema quando necessário.

Para garantir que a empresa se adeque a um sistema ERP, é necessário pensar em todos os prós e contras desses softwares, assim como pesquisar os variados sistema, custos e usabilidade.

 

E ai, quer entender melhor um sistema ERP?
Conheça o GestaoPRO, um sistema ERP que se adapta a todas as necessidades da sua empresa.

 

 

 

 


  • Compartilhe:
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Whatsapp

Você pode ser interessar também